Respire fundo, pense positivo

FONTE: kcchronicle.com Tradução: www.sbhh.org.br

O Dr. C. Scot Giles, do LivingWell Cancer Resource Center , pediu para cerca de dezoito pessoas para respirar fundo algumas vezes. Enquanto inalavam, ele disse a elas para virar seus olhos para cima, como se estivessem olhando para a parte superior de suas cabeças, e então para fechar os olhos lentamente. Então ele pediu para que elas exalassem. “Eu os convido a imaginar que estão flutuando,” disse. “Sintam este relaxamento.” A técnica colocou as pessoas em transe através da simulação do sono com movimento rápido dos olhos e permitindo o relaxamento. Depois, o Dr. Giles reverte os comandos e traz as pessoas de volta do transe. Elas concordam quando ele pergunta se elas se sentiram relaxadas. O transe e outras formas de auto-hipnose faz com que pacientes relaxem e abram suas mentes para a sugestão, que pode levar a uma receptividade aumentada aos medicamentos e a uma qualidade de vida melhor durante o tratamento, afirma o Dr. Giles. “O corpo humano é fisicamente mais forte quando os pensamentos e a mente são positivos. O corpo humano é fisicamente mais fraco quando os pensamentos e a mente são negativos.” Kelly Porretta, 36 anos, há alguns anos convive com a leucemia e está em remissão nos últimos oito meses. A informação sobre afirmações positivas foi o que a trouxe ao programa do Centro de LivingWell. “Eu achei excepcional,” disse, acrescentando que gostou do fato do Dr. Giles compartilhar suas experiências. “Isto inspirou-me a fazer o mesmo.” Pesquisadores têm conduzido vários estudos para avaliar a eficácia da hipnose no alívio da dor e da ansiedade relacionadas a uma variedade de problemas de saúde — desde crianças com dores de cabeça freqüentes, mulheres que se submetem a biópsias de mama, até pacientes com anemia falciforme — de acordo com a National Library of Medicine e a National Institutes of Health . Uma pesquisa do National Health Interview Survey publicada em 2004, indicou que nos doze últimos meses antes da pesquisa, 36 por cento dos adultos usaram alguma forma de terapia complementar ou alternativa – tal como exercícios de meditação e de respiração – de acordo com o National Center for Complementary and Alternative Medicine . Quando a definição de terapia incluiu preces especificamente para fins de saúde, os resultados pularam para 62 por cento. O hipnotismo aplicado por um profissional ou a auto-hipnose através de afirmações e outras técnicas não são para todas as pessoas, disse o Dr. Bayer. “Existem algumas pessoas que aceitam estas coisas mais do que outras. Existem pacientes que são mais abertos a terapias alternativas como esta. Existem muitas pessoas que não são hipnotizáveis.” O Dr. Giles afirmou que a hipnose pode ajudar os pacientes a administrar a dor, o que, por sua vez, pode ajudá-los a comer melhor, dormir melhor e pensar com otimismo. “Ao fazer coisas que melhoram a vitalidade e o vigor de uma pessoa, nós permitimos que elas recebam doses máximas de quimioterapia que são prescritas por seus médicos. A hipnose não é uma substituição ao tratamento médico. É algo que se faz para auxiliar o tratamento médico a ser mais eficaz.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.